O mundo nas mãos dos últimos "fazedores de globos" tradicionais

autoria P3

// data 11/06/2017 - 11:30

// 6189 leituras

O processo de aprendizagem pode demorar anos. Ser um "fazedor de globos" — daqueles construídos à mão — não é para todos. Paciência, atenção ao detalhe, talento. A Bellerby and Co., empresa sediada em Londres e uma das últimas a fazer globos de forma tradicional, anda em busca de um aprendiz, noticia a Business Insider. Na conta de Instagram da empresa é possível espreitar os bastidores fascinantes da oficina criada nos anos 80 por Peter Bellerby, depois de uma busca inglória por um globo para oferecer ao pai no seu 80º aniversário. "Decidi tentar fazer um, depois de perceber que não havia globos de qualidade e que nenhum tinha mapas actuais e correctos (além daqueles de produtos de plástico, geralmente mal feitos e desactualizados)", conta numa entrevista dada em 2016 ao site Fashion Times. A intenção não era transformar o passatempo numa empresa. Mas acabou por acontecer. A equipa não é grande — até porque, já dissemos, a especialização é exigente (espreitando este vídeo percebe-se melhor a ideia). Além dos globos, a Bellerby and Co. tem vindo a criar outros produtos. Sempre com o mundo como inspiração.

Eu acho que