Orienta-te Redes Sociais

Mima House, sede da Associação Fraunhofer e a Capela Árvore da Vida

Mima House, sede da Associação Fraunhofer e a Capela Árvore da Vida DR

DR

David Assael e David Basulto

Entrevista

David Basulto: "As obras portuguesas aumentaram exponencialmente com a crise"

Imitámos os arquitectos. Entrámos no ArchDaily e submetemos o nosso projecto. Respondeu David Basulto, um dos fundadores do site de Arquitectura mais visto do mundo

Texto de Luís Octávio Costa • 05/04/2012 - 09:26

Distribuir

Imprimir

//

A A

ArchDaily. Habituamo-nos à marca registada. O site pegou no ano 2011 e premiou três projectos portugueses, repetindo-se a façanha do ano 2010. "É sinal de qualidade e também de necessidade", responde ao P3 (via email) David Basulto, editor e fundador do ArchDaily desde 2006 — altura em que o ArchDaily ainda não era ArchDaily. O projecto universitário começou por ser Plataforma Arquitectura no Chile e é hoje o site mais visto da especialidade. ArchDaily "significa basicamente a democratização do acesso às oportunidades".

 

O Arch Daily começou no Chile como projecto universitário...

Tudo começou com a Plataforma Arquitectura em 2006. Era um projecto independente fundado por David Assael e David Basulto, juntamente com uma tremenda equipa de jovens arquitectos que colaboravam com o projecto. Tínhamos o objectivo de melhorar a profissão através de boa informação e de potenciar o trabalho de jovens arquitectos que não faziam parte do circuito tradicional de publicações.

 

Quando é que perceberam que o Chile era demasiado pequeno?

O site Plataforma Arquitectura cresceu muito depressa, transformando-se rapidamente (no espaço de dois anos no ar) no site de Arquitectura de língua espanhola mais visto na Internet. Analizando o potencial global do projecto, decidimos começar a faze-lo em inglês em 2008 para chegar a uma maior audiência. Nesse sentido, mais do que pensar que o Chile (o mundo que fala castelhano) é pequeno, percebemos que o mundo era muito maior.

 

O truque é assim tão simples?

O truque é o facto de esta ser uma publicação feita por arquitectos para arquitectos com uma missão clara bem delineada por uma linha editorial.

 

Qualquer pessoa pode submeter o seu projecto?

Qualquer pessoa pode enviar o seu projecto para avaliação.

 

ArchDaily significa a democratização da Arquitectura?

Significa basicamente a democratização do acesso às oportunidades.

 

O Arch Daily também deu visibilidade à fotografia nesta área.

Isso é algo muito interessante. Conseguimos potenciar o trabalho de jovens fotógrafos, que conseguiram aceder a novos clientes. Também os fotógrafos de Arquitectura alteraram muito a forma de trabalhar.

 

Dificilmente um arquitecto com quatro, cinco anos de carreira podia estar nos finalistas de um prémio deste género...

Graças à nossa missão e linha editorial, conseguimos mostrar obras que se destacam pela sua qualidade mais do que pelo background do gabinete que representam. Transformamos o prémio Building of the Year num galardão em que todos participam de igual para igual.

 

Os portugueses conseguiram 14 projectos finalistas e três prémios. Que análise fazem do momento da Arquitectura em Portugal?

Olhando para o estado actual da economia do país e para o panorama do emprego para os arquitectos, a classe atravessa um momento em que deve capitalizar a riqueza do seu trabalho. A difusão é a chave do sucesso. A quantidade de obras portuguesas publicadas no ArchDaily aumentou de uma forma exponencial com a crise, sendo uma vitrine muito importante especialmente para os arquitectos jovens. Esta relação dentro do contexto do prémio é um sinal da qualidade e também de necessidade.

Eu acho que

Pub

Videoclipe.pt

Audio

Laura quer que as pessoas entrem no atelier dos artistas "com um clique"

Feminismo

A igualdade de género nas tarefas domésticas ainda está longe de ser alcançada, mas duas cidades alemãs vão começar um programa de vouchers que promete reforç...

As mulheres de verdade têm pêlos,...

Livro // Há cerca de dois anos, num qualquer dia quentes de Primavera, Rocío Salazar...