Um apartamento na Foz do Douro “banhado” pelo Atlântico

autoria Miguel Dantas

// data 03/05/2018 - 14:48

// 14112 leituras

Com vista para o mar, este apartamento de dois pisos localizado na Foz do Douro, no Porto, foi construído na década de 70 e recentemente reabilitado pelo gabinete dEMM arquitectura. O arquitecto responsável, Paulo Fernandes Silva, garante ao P3 que a proximidade do mar serviu como fonte de inspiração para a operação: "Inspirámo-nos na construção naval, no conceito náutico."

 

Quando começou a pôr "mãos à obra", o arquitecto decidiu transferir a cozinha — que se encontrava no piso inferior — para o piso superior, utilizando o espaço extra para ampliar os dois pequenos quartos que existiam. O apartamento possui agora uma suíte principal e um quarto de hóspedes. No piso superior criou-se uma zona social e, na mesma divisão, situa-se a nova cozinha, procurando um conceito de open space.

 

A varanda, com vista para o mar, é outro dos pontos fortes desta casa. Uma lareira – equipada com um eixo giratório — é um dos contributos do arquitecto e pode servir como aquecimento nos serões mais frios. Nos dias chuvosos — quando estar na varanda não é uma opção —, a lareira consegue girar 180 graus e aquecer o interior da casa e a respectiva zona social. "A sala tem três janelas que podem abrir para o interior ou para o exterior. A lareira [também] consegue ser rodada em todas as direcções", detalha.

 

A ligação entre os dois pisos é feita por uma escadaria curva em madeira, com um corrimão em forma de "U". Os proprietários desta habitação pediram a Paulo Fernandes Silva que tornasse este imóvel de 170 metros quadrados num espaço com fluidez e que potenciasse ao máximo a vista sobre o Oceano Atlântico. 

Eu acho que