Nova Iorque: uma fachada e o seu pantone

autoria P3

// data 03/08/2017 - 11:33

// 2267 leituras

O israelita Niv Rozenberg é residente de "Bushwick", em Brooklyn, há cerca de dois anos. Ao longo do tempo, foi desenvolvendo um fascínio por este colorido bairro nova-iorquino, motivo por que decidiu dedicar-lhe uma série fotográfica que intitulou de “Boswijck” — o nome original do bairro, de origem holandesa, que significa "pequena vila na floresta". "Comecei a fotografar os edifícios vizinhos e a procurar uma forma de realçar a sua singularidade." "Separando visualmente os edifícios do cenário que os envolve, recorrendo a manipulação digital, tornou-se possível transformar estas fachadas em formas e cor", disse Rozenberg à 6QRFT, um magazine online dedicado à cidade de Nova Iorque. "O primeiro passo foi descobrir as fachadas mais distintas e fotografá-las de forma a que as linhas horizontais e verticais fiquem rectas, paralelas e perpendiculares. De seguida processei as imagens para isolar visualmente as fachadas do seu entorno (remover árvores, lampiões, cabos, etc.). Finalmente, fazer com que as cores do edifício correspondessem a um 'background' de cor sólida que enfatizasse o formato e estilo [da fachada]." O resultado é uma mistura entre fotografia e arte gráfica.

Eu acho que