A história de Astrid contada à mesa da cozinha

autoria Ana Marques Maia

// data 13/04/2017 - 16:21

// 2904 leituras

Astrid Reischwitz criou "Stories from the Kitchen Table" para "preservar e homenagear o desvanecimento da memória da infância" na casa onde cresceu. Essa casa, situada numa pequena aldeia no norte da Alemanha, fica do outro lado do Atlântico, a muitos quilómetros de Nova Iorque, a cidade onde reside actualmente. "Parece intocada pela modernidade e um dia será deixada ao abandono", explica ao P3. "O conceito implícito nas imagens concentra-se no diálogo entre o presente e o passado, entre a minha perspectiva pessoal de hoje e a perspectiva factual de tempos passados. O presente e o passado (que data até ao ano de 1799) estão lado a lado, nas imagens." Tecidos, fotografias antigas de família, objectos, pessoas, tudo aparece 'colado' nas imagens, criando ligações e significados que tentam recuperar e fixar memórias e histórias que, de outro modo, se perderiam nas areias movediças da memória. Esta série é, para Astrid Reischwitz, "uma reflexão sobre a identidade, a memória e a herança", referiu em entrevista. "Mudei-me para os Estados Unidos logo após terminar os estudos universitários, na Alemanha. Desde então, visitar a minha família implica atravessar uma longa distância e a passagem do tempo tornou-se mais evidente. Esta série ajuda-me a manter as memórias e as histórias vivas, não apenas para mim, para também para a minha filha. A memória é mutável e as histórias alteram-se assim que tento transmiti-las - mais ainda, quando o faço repetidamente. Através destas imagens, sinto que me fui posicionando entre observadora distante e entre parte activa de cada história." Astrid confessa um antigo desapego pela aldeia onde cresceu. "Embora tenha crescido numa quinta familiar maravilhosa, junto dos meus pais e avós, na altura não me sentia tão ligada a este estilo de vida e às tradições da aldeia. Concentrei-me, desde cedo, na minha educação e abandonei o local logo após a universidade. Mas creio que de forma a seguirmos em frente na vida, é importante que olhemos para trás; só assim nos poderemos concentrar naquilo que nos espera." O projecto "Strories From the Kitchen Table" foi recentemente distinguido no concurso Exposure, da Lens Culture.

Eu acho que