Tecnologia

Esta casa foi construída por uma impressora 3D em 24 horas

Preparem-se para dizer adeus às betoneiras e retroescavadoras. Nasceu na Rússia, a primeira casa totalmente construída por uma impressora 3D

Texto de Diana Barros • 13/03/2017 - 08:41

Distribuir

Imprimir

//

A A

Nasceu mais uma casa na Rússia, mas esta é especial porque foi construída a partir de um método cada vez mais utilizado na indústria — mas nunca numa casa inteira: a impressão 3D. O projecto foi anunciado em Dezembro de 2016 e entretanto a casa já se ergueu. A construção das paredes auto-sustentáveis, divisões e estrutura que envolve o edifício demorou menos de 24 horas.

 

A casa localiza-se em Stupino, perto de Moscovo, mais especificamente na base de testes da Apis Cor (empresa criadora). Tem uma área de 38 metros quadrados com sala estar, cozinha e casa de banho, como uma das casas tradicionais feitas de cimento que todos conhecemos. A única diferença que salta à vista é a sua forma curva, mas a impressora também é capaz de imprimir casas com a estrutura mais tradicional.

 

Já se tinham construído casas com impressoras 3D, mas por blocos – cada bloco era impresso e depois as partes eram encaixadas. Esta é a primeira vez que uma casa inteira é construída, no local, através desta tecnologia de construção sem divisão em blocos, o que permitiu que o custo de construção fosse de 10,134 dólares, aproximadamente 9,500 euros (menos que com a impressão 3D em blocos e posterior montagem).

 

Ficou provada a versatilidade da impressão 3D que – depois de ter construído uma casa inteira de uma assentada – só pode mesmo ser parada pelas leis da física. O frio, por exemplo, foi um obstáculo dado que, apesar do equipamento conseguir funcionar até 35 graus negativos, a massa de construção congela quando a temperatura desce abaixo dos cinco graus. Para contornar isto, foi montada uma tenda climatizada onde se desenvolveram os trabalhos de construção.

 

Uma das vantagens da construção com a impressora 3D é a redução para níveis quase nulos da probabilidade de erro, mas a mão humana não foi totalmente eliminada do processo. A fixação do telhado, integração de janelas e pintura foram feitas por trabalhadores que garantiram a resistência da casa às baixas temperaturas russas.

Voltar ao topo

|

Corrige
Eu acho que