Arquitectura que ultrapassa os limites da engenharia

autoria Víctor Enrich

// data 17/10/2015 - 00:39

// 89661 leituras

O espanhol Víctor Enrich estudou arquitectura e abandonou o curso no quinto ano para poder dedicar-se inteiramente ao 3D. Confessa que tem com a arquitectura uma relação "peculiar": "Com o passar dos anos, fui tomando da profissão apenas aquilo que me interessava, estritamente as partes relacionadas com a comunicação e com estudos de volumetria." Não se pode por isso dizer que Víctor é um "arquitecto sonhador", mas sim um artista fotográfico cujo trabalho tem enfoque na arquitectura. "Durante muitos anos, desde que comecei a introduzir-me nos circuitos artísticos, nunca tive muito claro o que é que procurava exactamente com a criação da minha obra, tampouco tinha clara a mensagem que pretendia transmitir", confessa o autor ao P3. "Simplesmente encontrava necessidade de elaborar todas estas imagens, umas a seguir às outra, com o objectivo de perceber se realizar o que tinha imaginado previamente era viável." As imagens que o P3 seleccionou revelam diversos projectos que desenhou entre 2006 e 2015, trabalhos que, conclui o autor, "se tratam de instantes dentro de um processo transitório de abandono do mundo da arquitectura em direcção ao mundo da arte". Actualmente, Víctor desenvolve diversos projectos, entre os quais um baseado na Casa Branca (Washington) e outro no Guggenheim (de Nova Iorque), cuja evolução pode ser acompanhada no seu blogue. O artista de Barcelona, que este ano venceu o prémio Encontros da Imagem, vive das vendas das suas obras, disponíveis na sua loja onlineAna Marques Maia

Eu acho que