Orienta-te Redes Sociais

As oito feministas entraram em Notre Dame ao lado dos turistas Reuters

França

Feministas despem-se em Notre Dame para festejar saída do Papa

As raparigas despiram-se e mostraram os seus corpos onde escreveram mensagens como "Não ao Papa", "Não à homofobia", "Crise de fé", "Adeusinho, Bento!"

Texto de AFP • 12/02/2013 - 18:27

Distribuir

Imprimir

//

A A

Oito feministas do movimento Femen entraram na Catedral de Notre Dame, em Paris, França, e despiram-se para festejar a saída de Bento XVI.

 

As jovens entraram discretamente, ao lado dos habituais turistas, envergando longos casacos escuros que despiram no interior do local de culto católico. 

 

Junto a três dos nove novos sinos, provisoriamente no chão de uma das naves da catedral, as raparigas despiram-se e mostraram os seus corpos onde escreveram mensagens como "Não ao Papa", "Não à homofobia", "Crise de fé", "Adeusinho, Bento!". 

 

As feministas chocaram os visitantes. "Este é um local sagrado, vocês não devem despir-se aqui", disse uma turista francesa. Poucos minutos depois, as manifestantes foram obrigadas a sair do edifício pelos responsáveis do local de culto, o que não as impediu de continuar a gritar e a cantar "Confiamos nos homossexuais" – em inglês "in gay we trust" uma variante da frase "in God we trust", ou seja, "em Deus confiamos" – e "Sai, homofóbico". 

 

O movimento Femen é conhecido por, desde 2010, se manifestar de peito descoberto da Rússia à Ucrânia, passando por Londres e pelo Vaticano, quando, por exemplo, o Papa reza o Angelus, ao domingo, ao meio-dia. Em Setembro, instalaram em Paris o "primeiro centro de treino" para o "novo feminismo".

Eu acho que
emprego.publico.pt

Audio

Sandra Coelho fala da importância da Internet neste tipo de tendências populares entre os jovens

Fotografia

Os jovens retratados nesta fotogaleria têm vários aspectos em comum: todos têm 18 anos — e por isso já são considerados legalmente adultos —, vivem...

Cinco conselhos para valorizar o...

Redes sociais // Não fazer do perfil no LinkedIn um currículo online e contar uma história de...