Sem censura: um dia, todos nascemos

autoria Ana Marques Maia

// data 22/02/2018 - 22:47

// 55291 leituras

O concurso chama-se Birth Becomes Her e premeia as melhores fotografias de nascimento do ano. "Acreditamos que estas imagens merecem ser vistas e celebradas (...), que a maternidade e o corpo feminino não devem ser censurados", lê-se no site do concurso.

 

Foram submetidas 966 imagens, votadas por internautas de todo o mundo e por um por um painel de jurados composto por 16 elementos de três países. Os participantes, provenientes de vários países, podiam submeter imagens em cinco diferentes categorias: maternidade, trabalho de parto, nascimento, pós-parto e amamentação. "As fotografias descrevem partos em casa, em hospitais e maternidades", explica a organização. "As imagens de nascimentos são inspiradoras e marcantes e é um prazer partilhá-las convosco."

 

Já em 2017 o P3 partilhou a selecção de imagens premiadas pela International Association of Professional Birth Photographers na fotogaleria "A realidade nua e crua de um parto natural". Muda o ano e mudam as histórias, mas a intensidade das fotografias mantém-se.

Eu acho que