Sónia Nisa

Crónica

A grafia dos dias: Grace

Grace é a rainha. Dias imóveis reclinada numa das salas de estar

Texto de Sónia Nisa • 06/12/2017 - 19:04

Distribuir

Imprimir

//

A A

− Aaahhh!!!!! Gostas de torturar as pessoas, preta? Gostas? Deus me ajude!

 

Grace grita histericamente. Crava-me as unhas nos braços, vermelhos, quentes, humilhados, e sobe no ar.

 

Grace é a rainha. Dias imóveis reclinada numa das salas de estar. Reclama atenções fúteis, entalada entre o sofá e a mesa pindérica. O reino. Depende de nós para as suas deslocações, içada no vazio. Braços mecânicos suportam-lhe o corpo adornado de cintas de poliéster. Contêm-lhe o império de gritos e rudeza e sobem-na. Rainha flutuante num mar de gritos.

 

Animada é, diariamente, a expedição para a casa de banho. Realejo de aventais a extrair-lhe as fezes do ânus. Duras, majestosas e colossais, deglutidas pelo esgoto a balde e a medo. Sentamo-la novamente. Despolida, opaca, tosca e dependente. Forja sorrisos e loucuras até à hora de deitar.

Voltar ao topo

|

Corrige
Eu acho que