Orienta-te Redes Sociais

Um prédio longe da vista e do coração

autoria Miguel Vieira Pinto

// data 25/11/2014 - 17:29

// 14525 leituras

"Promessas, esperanças, momentos felizes, retornos, novos inquilinos..." Este prédio, em Ovar, é um prédio igual a muitos outros e diferente de todos os outros. Por isso é que Miguel Vieira Pinto lhe chamou "O Prédio". Nascido em Macau, em 1965, o fotógrafo passou 18 meses a acompanhar regularmente alguma da flutuação de habitantes deste edifício abandonado à sua sorte. "Não escondo a ligação emocional criada por uma sempre boa recepção e mesmo partilha com estas pessoas que de certa forma acabam por ser também a minha inspiração", explicou Miguel ao P3. "Também aqui temos pessoas, muitas pessoas, demasiadas pessoas a viverem uma vida longe dos olhos de todos". Através de trabalho concluiu que passamos "demasiado tempo a procurar culpados", a "rever historiais" e a "ignorar que 24 horas não são 24 horas iguais para todos..." O Inverno está aí. E eles têm "O Prédio".

Eu acho que