Orienta-te Redes Sociais

EUA

Banda desenhada inspira liga de activistas em defesa da Internet

O colectivo de activistas é promovido em conjunto com a Fight for the Future, uma organização sem fins-lucrativos que trabalha para “expandir o poder da Internet para o bem”

Texto de Hugo Torres • 28/05/2012 - 20:41

Distribuir

Imprimir

//

A A

Quando os cidadãos estão em apuros e os crimes ultrapassam a polícia, os céus da imaginária Gotham City são iluminados por um holofote que projecta na noite a sombra de um morcego. É assim que Batman sabe que tem de entrar em acção.

 

O fundador do Reddit quer fazer o mesmo, mas online, para alertar a comunidade quando a liberdade na Internet estiver a ser ameaçada. Alexis Ohanian esteve na origem do primeiro “apagão” na Internet, a 18 de Janeiro, quando vários sites de referência estavam com o acesso restrito como a Wikipedia, o Wordpress e a Wired, por exemplo.

 

Foi um protesto sem precedentes, promovido contra duas leis então em discussão no Congresso norte-americano – o Stop Online Piracy Act (SOPA) e o Protect IP Act (PIPA). Legislação que, diziam, podia “matar uma Internet livre e aberta”. 

 

Agora, o fundador do Reddit, uma rede de partilha de notícias, quer que o grupo ímpar que se mobilizou no início do ano possa ser convocado de um momento para o outro, sempre que se entenda que a liberdade na Internet está em causa. De uma forma tão simples como ligar um holofote – embora, em vez de um único vigilante de capa, pretenda que entrem em acção tantos cibernautas, com tanta influência online, que os “vilões” sejam intimidados até à desistência. 

 

Chamou-lhe Liga para a Defesa da Internet (como "A Liga dos Cavalheiros Extraordinários", a novela gráfica de Alan Moore que reúne uma mão cheia de super-heróis na Inglaterra vitoriana). Como funciona? “Quando a Internet estiver em perigo e precisarmos que milhões de pessoas entrem em acção, a Liga vai pedir aos seus membros para difundir a acção”, através de um código com uma mensagem específica, enviado a todos os seus membros. Estes decidem se concordam com a mensagem e accionam-na nos seus sites.

 

O sinal de perigo emitido nessas ocasiões será sempre o mesmo: a sombra do focinho de um gato projectado num céu nocturno, desenhado, tal como acontece com o sinal do Batman. “Quando virem o sinal, [os activistas da Liga] saberão que é tempo de fazer alguma coisa”, explicou Alexis Ohanian, de 29 anos, que pretende com este projecto tornar os protestos contra leis como o SOPA, o PIPA, o ACTA ou o CISPA, propostas legislativas discutidas uma após a outra no Congresso norte-americano, a um ritmo mensal. 

 

O colectivo de activistas, feito de gente conhecida na área da tecnologia e de muitos anónimos, é promovido em conjunto com a Fight for the Future, uma organização sem fins-lucrativos que trabalha para “expandir o poder da Internet para o bem”.

Eu acho que

Pub

Videoclipe.pt

Fotografia

Quando falamos de irmãos, a palavra partilhar torna-se praticamente obrigatória. A série Shared, da fotógrafa Nelli Palomäki, propõe uma reflexão...

Mariana ajuda-te a organizar a casa...

The White Room // Mariana Vidal deixou a indústria da moda para se tornar organizadora de espaços...