Dia Mundial da Fotografia: o melhor do P3 em 2016

autoria Vários

// data 19/08/2016 - 16:29

// 6435 leituras

O dia Mundial da Fotografia é celebrado, nesta sexta-feira, um pouco por todo o país. O P3 não é excepção. Aqui estão 26 séries de trabalhos publicados no ano em curso. A saber: Bence Bakonyi: "Um País de 1.4 mil milhões de pessoas totalmente deserto", Owise Abuzaid: Egipto: "O inverno que se seguiu à Primavera Árabe", Niki Boon: "Estas crianças são felizes sem tecnologia", Camille Michel: "A Gronelândia está entre a comodidade e o desastre ecológico", Sadegh Souri: "Irão: crianças que crescem no corredor da morte", Ricardo Wiesinger: "Assim são os primeiros dias de liberdade após a prisão, Roger Cremers: "Auschwitz: o Holocausto é uma atracção turística?", Paulo Pimenta: "'A Festa': toda a gente a faz em palco", Diogo Andrade: "A costa portuguesa revela desmazelo ou corrupção?", Maria Moldes: "Benidorm é a casa de férias da terceira idade europeia", Fred Mortagne: "Skateboard sobre formas, volumes e linhas geométricas", Kevin Frayer: "Tibete: o que resta da tradição nómada do 'tecto do mundo'?", Landon Nordeman (TIME): "Trump: a ironia do fotógrafo e as caricaturas da campanha", John Gallo: "Peregrinação a Fátima: entre a devoção e os excessos", Furkan Temir: "Temir é o mais jovem fotógrafo de guerra na Síria", Dmitri Beliakov: "Estes são os últimos sobreviventes de um genocídio soviético", Florian Müller: "Fetiches: cada um tem o seu", Katia Repina e Luca Aimi: "'Cruising': sexo grátis, consensual e anónimo em locais públicos", Nick Taurus Jr.: "Ele passou um mês em Portugal à procura da 'saudade'", Julie Glassberg: "O clube de bicicletas mais marginal do mundo", Stephen Wilkes: "Day to Night: 24 horas numa só fotografia", Isadora Kosofsky: "Amor e deficiência: o direito a amar e a ser amado", Gaia Squarci: "Foram assim os últimos meses de vida da minha avó", Nación Rotonda: "A rotunda da vizinha é melhor do que a minha" (PhotoEspaña), Keow Wee Loon: "Eles invadiram as cidades-fantasmas de Fukushima", Johnny Miller: "África do Sul: a linha que separa ricos e pobres".

 

Eu acho que