Orienta-te Redes Sociais

Navesh Chitrakar/Reuters

Empreendedorismo

As dez start-ups portuguesas mais promissoras

Pedimos a empresários que já foram jovens empreendedores e a especialistas no tema a lista das startups portuguesas que consideram ser mais promissoras. Estas são as escolhas de Luís Matos Martins, director do Audax, o centro de empreendedorismo do ISCTE

Texto de Cláudia Sobral • 20/12/2012 - 12:11

Distribuir

Imprimir

//

A A

Biosurfit

Desde a fundação da Biosurfit, em 2006, foram precisos seis anos e 5,5 milhões de euros de investimento para que o engenheiro químico João Fonseca conseguisse colocar no mercado o seu primeiro produto de testes descartáveis e rápidos ao sangue, com resultados em 15 minutos para vários parâmetros. A Biosurfit emprega hoje 15 pessoas e já venceu vários prémios, como o Jovem Empreendedor da ANJE ou o Best Innovation Award, do Biz Barcelona.

 

Science4you

A página no Facebook desta start-up abre com uma frase de Einstein: "A maioria das ideias fundamentais da ciência são essencialmente simples e em geral podem ser expressadas em uma linguagem compreensível para todos." No início de 2008, Miguel Pina Martins criou a Science4you, uma empresa de brinquedos científicos. Passado menos de um ano já vendia os primeiros produtos em Portugal e hoje está em Espanha, Angola e Brasil. Em Janeiro chega à Polónia e o jovem empreendedor espera ultrapassar um milhão de euros de facturação este ano. No catálogo da Science4you encontramos brinquedos como uma cidade ecológica, um carro solar, várias construções ou um kit de cientista.

 

Exciting Space

“O seu espaço + as nossas aventuras = visitantes felizes!” Esta start-up promete revolucionar a vida daqueles que se aborrecem com museus por falta de paciência para ler todas as letrinhas de todas as explicações de cada peça exposta. Com guias de visita a espaços culturais e de lazer para smartphones e tablets que incluem jogos interactivos e outros conteúdos multimédia, a Exciting Space promete transformar todos os espaços em “espaços excitantes”. São “aventuras móveis” para visitantes mais felizes.

 

Bioalvo

Fundada em 2006 por Helena Vieira, a Bioalvo é uma empresa de biotecnologia de produtos naturais que vive a olhar para o mar para daí extrair ingredientes para várias aplicações – da indústria farmacêutica à cosmética. “Damos aos recursos naturais do oceano português aplicações úteis e inovadoras, utilizando o poder da biotecnologia”, explica a empresa no seu site.

 

Home Staging Factory

O conceito ainda não é muito conhecido em Portugal, mas, dizem as fundadoras, o modelo de negócio já é rentável. O princípio é simples: redecorar para vender, partir de soluções criativas, que passam sobretudo pelo design de interiores, para valorizar um imóvel. Além do serviço de “intervenção completa” (com análise do imóvel, guia para vender rápido e melhor, compras e decoração mais fotografias do antes e depois), a Home Staging Factory também presta serviços de consultoria ou o simples “photo staging” (fotografias profissionais com decoração e produção). O que a experiência mostra é que depois da transformação não só é mais fácil vender os imóveis como se consegue fazê-lo por um valor mais elevado. Se não acredita, no site estão alguns exemplos.

 

Hole19

A Hole19 é uma aplicação de golfe para iPhone e Android desenvolvida pela start-up portuguesa Star-Track Technologies. Através do sistema GPS, é possível calcular distâncias de pancadas, por exemplo. A Hole19, que venceu o Prémio Nacional de Indústrias Criativas, também vai fazendo estatísticas do jogo em tempo real, que no final podem ser partilhadas.

 

Xtravel

Experimenta, explora, expande-te, prometem eles. A Xtravel é um operador turístico especializado em viagens de finalistas. Entre os destinos estão Calpe, em Espanha, e Vallnord, em Andorra. Com mais de 20 mil likes no Facebook, a Xtravel diz ter os melhores e mais exclusivos destinos para finalistas.

 

Musikki

Dizem que é o “Google português da música”. É um motor de busca de música que nasceu este ano em Aveiro de uma ideia de três amigos, João Afonso, Juliana Teixeira e Pedro Almeida. No Facebook, criaram uma aplicação,Musikki Social Player, que permite partilhar músicas e criar playlists a partir daquilo que os nossos amigos andam a ouvir. Estão agora a trabalhar na criação de uma aplicação para smartphones.

 

Wishareit

Para quem ainda não comprou as prendas de Natal - ou para os que já têm medo de abrir os presentes daquela tia que todos os anos oferece um pijama ou umas pantufas em forma de cão - agora existe a Wishareit, uma plataforma online que ajuda a encontrar, a dar e receber as melhores prendas. Nasceu apenas em Outubro de uma ideia de um grupo de amigos e permite fazer listas de prendas, aceder às dos outros e recomendar outras. Wishareit é um trocadilho com "wish" (desejo) e "we share it" (nós partilhamos isto).

 

My Out

Um site para nos ajudar a sair de casa. Durante uma viagem a percorrer Portugal, David Sobrinho, André Rodrigues, Diogo Figueiredo e Paulo Raimundo aperceberam-se de que a informação sobre os eventos a decorrer no país estava dispersa e desorganizada e decidiram, em Abril de 2011, criar um site que agregasse tudo isso e que permitisse a criação de contas, com agendas e sugestões personalizadas para cada utilizador.

Eu acho que

Pub

P3 now speaks English. See our galleries

Fotografia

Disciplina. Atenção. Aperfeiçoamento. Amor. Expressão. Até tocar nas estrelas. São todas estas "aspirações humanas" que o australiano Niv Novak encontra no...

Maria vive para os Animais de Rua

Perfil // Advogada, activista e presidente de uma associação de protecção de animais,...