Distinção

Rodrigo Tavares nomeado Jovem Líder Global pelo Fórum Económico Mundial

Fórum Económico Mundial nomeou analista política e empresário português como Young Global Leader. É o único oriundo de um país de língua portuguesa em 2017

Texto de Lusa • 15/03/2017 - 13:42

Distribuir

Imprimir

//

A A

O analista político e empresário português Rodrigo Tavares foi nomeado esta quarta-feira como jovem líder global (Young Global Leader), uma distinção concedida anualmente pelo Fórum Económico Mundial.

 

Anualmente, esta instituição selecciona para um mandato de cinco anos as personalidades com menos de 40 anos que mais se destacam na política, negócios, ciência, média, cultura e artes. Rodrigo Tavares foi o único nomeado oriundo de um país de língua portuguesa em 2017. Sobre a escolha, o Fórum Económico Mundial esclarece que "são pessoas que usam a sua extraordinária criatividade, talento e liderança para enfrentar alguns dos maiores problemas da humanidade". Comum a todos os seleccionados é o facto de "terem um histórico de realizações extraordinárias, de terem atingido sucesso ainda jovens e de terem demonstrado compromisso com o impacto social positivo".

 

Em 2017 foram realizadas 100 nomeações cujo processo de escolha foi liderado por um corpo directivo que inclui a presidente da Yahoo, Marissa Mayer, o fundador da Wikipedia, Jimmy Wales, e a directora executiva da CNN, Ellana Lee. Uma empresa de headhunting foi encarregada de avaliar, ao longo de quase um ano, todos os candidatos.

 

Nascido em 1978 em Castelo Branco, Rodrigo Tavares dedicou a sua carreira na academia, no sector público e no sector privado, a investigar e implementar novas formas de governança e de cooperação. O empresário saiu de Portugal com 20 anos, tendo residido nos EUA, Bélgica, Suécia, Índia, Etiópia e Brasil. Actualmente vive em São Paulo. Da sua biografia destaca-se o trabalho como pesquisador da Universidade de Harvard e na Universidade da ONU durante seis anos, além da publicação de quatro livros, sendo o mais recente sobre competitividade global de cidades.

 

O administrador português foi também seleccionado como relator do Secretário Geral da ONU Ban Ki-moon para o desenvolvimento de África. Durante três anos, como consultor, produziu recomendações para o desenvolvimento do continente. No Brasil, comandou durante quatro anos o departamento de negócios estrangeiros do Estado de São Paulo. Em 2015, fundou a Granito & Partners, uma consultora internacional que opera na área de economia de impacto. Rodrigo Tavares já tinha sido seleccionado como Jovem Líder (Jeune Leader) pelo governo do Quebeque, no Canadá, pela sua influência em política externa.

Voltar ao topo

|

Corrige
Eu acho que