Orienta-te Redes Sociais

Jessie Leong/Flickr

Site

Coffeepaste: O oásis dos artistas portugueses

De blog a comunidade artística, a plataforma junta anúncios, oportunidades de trabalho e agenda cultural. Desde 2006, o Coffeepaste já deu trabalho a 32% das pessoas que o visitam. Tiago e Fábio estão entre elas

Texto de Rita Salomé Esteves • 09/07/2014 - 15:22

Distribuir

Imprimir

//

A A

Nos últimos oito anos, o Coffeepaste tornou-se o principal recurso online das artes do espectáculo. Pedro Mendes, um dos fundadores da plataforma diz que a equipa pretende “ligar as pessoas, e criar um espírito de comunidade que por vezes tem andado arredado do mundo das artes". "Ficamos muito contentes por ajudar os artistas a encontrar trabalho e assim progredir na sua carreira”, contou ao P3.

 

Tiago Sarmento, 21 anos, finalista de Teatro na Escola Superior de Música e Artes do Espectáculo (ESMAE), no Porto, é utilizador assíduo do Coffeepaste e confessa: “A única coisa que consegui não era um trabalho pago, mas há quem já tenha conseguido”.

 

Um desses exemplos é Fábio Costa, actor de 21 anos, que visita regularmente a plataforma à procura de oportunidades. O jovem conta que foi através de anúncios do Coffeepaste que conseguiu dois trabalhos de grande envergadura: “Um foi a curta-metragem ‘Aquário’, realizada por Paulo Próspero que esteve no FantasPorto´14, e outra foi a entrada no elenco do musical Peter Pan de Filipe Lá Féria”. Depois desses trabalhos, seguiram-se outros com os mesmos contactos, porque o Teatro “é uma verdadeira teia”, acrescenta.

 

Em entrevista ao P3, Pedro refere que das perto de 1000 pessoas que visitam o site diariamente, 32% já encontrou emprego, segundo um inquérito realizado a todos os utilizadores no final de 2013. Mas o co-fundador do site, acredita que “se [o inquérito] tivesse incluído apenas a comunidade artística, o número seria certamente maior”.

 

As principais áreas são a representação e a dança, mas a fotografia, o design, o audiovisual, a produção e a literatura, por exemplo, têm alcançado cada vez mais destaque.

 

Por outro lado, a área reservada aos anúncios não oferece só oportunidades de emprego, mas também castings, audições, workshops e cursos. Com a evolução do Coffeepaste no último ano, “outros conteúdos com visibilidade crescente são a agenda cultural e os conteúdos editoriais”, conta Pedro Mendes. O fundador do site acrescenta que, neste momento, a equipa pretende criar um “espírito de comunidade mais forte”, através de eventos culturais e de uma “evolução do site para abranger uma componente social”.

 

O Coffeepaste nasceu em 2006, como blog, no âmbito de um Curso de Produção e Gestão das Artes do Espectáculo que Pedro Mendes, Rita Lucas Coelho e Carlos Custódio fizeram no Fórum Dança, em Lisboa. Actualmente, o site é visitado por milhares pessoas, dentro e fora da comunidade das Artes, “abrangendo pessoas que se interessam pela cultura em geral”.

 

Texto editado por Luís Octávio Costa

Eu acho que
Videoclipe.pt

Audio

Laura quer que as pessoas entrem no atelier dos artistas "com um clique"

Neurociências

Joana Barroso

Investigadora da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto destacou-se com um projecto sobre o papel que o cérebro desempenha na dor crónica e venceu a...

O azul dos oceanos como nunca o vimos

Vídeo // Diz David Attenborough que o oceano é “o maior habitat da Terra”. A voz do brit...