Lisboa, parkour e 16 super-homens

autoria P3

// data 17/01/2017 - 12:37

// 5652 leituras

Parar para quê? Há razões para tal? Percebe-se por que motivo é que o novo vídeo da equipa Line Team se chama "No Reason to Stop". Porque no parkour e no free running não há espaço, ou vontade, para estacar. Depois de nos ter mostrado que não há gravidade em Setúbal, Diogo Antas da Cunha aproveitou a vinda de alguns atletas estrangeiros a Portugal para retratar Lisboa sem rede. Da Alemanha vieram dois membros da experiente equipa Ashigaru; da Holanda Bartje van der Linden, vencedor da edição do ano passado do Red Bull Art of Motion; e ainda voaram de França mais alguns praticantes. "Foi uma boa oportunidade para fazermos um vídeo em conjunto", diz o jovem de 26 anos, ex-praticante de parkour, agora videógrafo de serviço da equipa de Cascais. Durante quatro dias, 16 super-homens voaram por Miraflor, Algés, Telheiras, o Parque das Nações e pelo centro de Lisboa e o resultado está aqui. E até pode parecer que foi gravado no Verão mas, avisa Diogo, "foi ainda na semana passada".

Eu acho que