Ayo Ogunseinde/Unsplash

Crónica

Educação Física, um contributo para a cidadania

A velha máxima “mente sã em corpo são” ajuda a compreender como, desde há muito tempo, a prática de desporto é tida em conta para o desenvolvimento integral da pessoa e permite estabelecer a importância da complementaridade entre o corpo e a mente

Texto de Afonso Borga • 25/10/2016 - 11:02

Afonso Borga
Afonso é estudante de Serviço Social, irrequieto por natureza e um apaixonado por causas sociais

Distribuir

Imprimir

//

A A

A recente notícia de que a disciplina de Educação Física vai voltar a contar para a média permite validar, ainda mais, a importância que o desporto tem na prossecução de uma vida activa bem como na criação de hábitos de vida saudável e do desenvolvimento de competências sociais inerentes à cidadania.

 

Paralelamente, esta é uma medida que permite acentuar a importância do investimento nas condições para a prática de actividade física, no desporto escolar e no desporto amador, para que sejam tratados como prioritários nas nossas escolas e no país em geral.

 

Nunca fui um aluno com grandes resultados desportivos, mas sempre fui um aluno empenhado e esforçado e, aliás, fui valorizado por isso, o que acabou por ser uma boa aprendizagem: a dedicação e o empenho devem estar sempre presentes em todas as áreas e seremos (ou deveremos ser) valorizados por isso. Aprendi também, através do desporto escolar, a importância de respeitar regras e o impacto que uma má conduta minha (por exemplo, durante um jogo) tem na restante equipa.

 

Mente sã em corpo são

A velha máxima “mente sã em corpo são” ajuda a compreender como, desde há muito tempo, a prática de desporto é tida em conta para o desenvolvimento integral da pessoa e permite estabelecer a importância da complementaridade entre o corpo e a mente.

 

Ao centrarmos o debate na questão da média, voltamos a reduzir o sistema de ensino a uma questão de médias e de competências individuais quando, cada vez mais, necessitamos de um sistema abrangente e lato. A disciplina de Educação Física permite o desenvolvimento de competências de sociabilidade, de trabalho em equipa, do respeito mútuo ou da importância de se cumprirem regras e formas de conduta. Para além do contributo que esta disciplina tem no combate à indisciplina.

 

Dir-me-ão que tais competências poderiam ser desenvolvidas na mesma sem que a disciplina contasse para a média, mas corremos o risco de assistir a duas situações. Primeiro, o “desinteresse” dos alunos pela disciplina e consequente desinvestimento destes e, depois, uma desvalorização da prática de actividade física ao longo da vida. Em todo o caso, volto a repetir, promover a disciplina de Educação Física é valorizar o importante contributo das competências que falei para a cidadania.

Voltar ao topo

|

Corrige
Eu acho que