Quando as coisas “estúpidas” se juntam, faz-se magia

autoria Tiago Ramalho

// data 24/11/2017 - 11:17

// 3174 leituras

Esta história poderia ser sobre como as pequenas coisas são importantes quando se juntam. Ou de como em equipa chegamos mais longe. Mas não é nada disso. O vídeo do canal de YouTube alemão Kurzgesagt mostra como pequenas coisas "estúpidas" se transformam em coisas importantes. Vejamos: “Átomos formam moléculas, moléculas formam proteínas, proteínas formam células, células formam órgãos, órgãos formam indivíduos, indivíduos formam sociedades.” É o fenómeno emergente, que o canal procura explicar tendo por base as formigas, o seu instinto de cooperação e o poder que ganham quando juntam. Mas também usa as nações como exemplo, desconstruindo e questionando o que torna uma nação aquilo que ela é. Serão as bandeiras? As pessoas? O território?

 

Através do vídeo podemos aprender que a chuva são meras moléculas de água que, isoladas, nunca causariam mossa; ou melhor, não nos impediriam de andar pela rua sem guarda-chuva. Ou até que, a partir do caos, as formigas conseguem criar uma lógica de tarefas que lhes permite serem uma colónia quase comunitária. Enquanto conceito científico, a emergência pressupõe que o comportamento em grupo, seja de átomos ou pessoas, é diferente do comportamento de cada uma das partes. Até o Big Bang resulta da soma das partes, mais do que da acção individual. Este é um tema presente em várias áreas da ciência, desde a física à biologia, mas que se estende ao campo da filosofia ou da religião. No fundo, é a “prova científica” dos apelos constantes ao trabalho em equipa ou a uma sociedade mais comunitária e menos centrada no indivíduo — à imagem das colónias de formigas.

 

“Tentamos explicar o Universo e a nossa existência, um vídeo de cada vez”: é assim que se define o canal Kurzgesagt, palavra alemã para "em poucas palavras", que já conta com mais de cinco milhões de subscritores e, desde 2013, procura oferecer informação num formato mais leve.

Eu acho que