Concurso

Carnegie Mellon Portugal tem 1,2 milhões de euros para investigação

Investigadores de instituições portuguesas em “áreas estratégicas emergentes” podem candidatar-se até 12 de Abril

Texto de P3 • 24/02/2017 - 17:31

Distribuir

Imprimir

//

A A

O Programa Carnegie Mellon Portugal abriu as candidaturas para novos Projectos de Investigação Exploratória, em “áreas estratégicas emergentes”. Os visados são investigadores de instituições portuguesas e em questão estão quase 1,2 milhões de euros: 700 mil para estas instituições e cerca de 472 mil para investigação complementar na Universidade de Carnegie Mellon, nos Estados Unidos.

 

De acordo com o regulamento, os projectos “deverão, preferencialmente, contribuir cientificamente para a iniciativa Atlantic International Research Center (AIR Center) e para o desenvolvimento dos seus objectivos, descritos no sítio da Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT)”, responsável pelo financiamento.

 

As candidaturas estão abertas nas seguintes áreas: investigação integrada baseada no contexto do AIR Center; engenharia e ciência de dados; ciência de computadores; engenharia electrotécnica e de computadores; matemática aplicada; e políticas e gestão de tecnologia.

 

A previsão é de que sejam apoiados sete a dez projectos, “sendo que o financiamento máximo às instituições de investigação portuguesas para cada projecto é de 100 mil euros”, com duração máxima de 12 meses.

 

O prazo para candidaturas termina às 17 horas do dia 12 de Abril e a submissão das mesmas deve ser feita online, através da página da FCT. As dúvidas sobre questões científicas da candidatura podem ser colocadas pelo e-mail research@cmuportugal.org .

Voltar ao topo

|

Corrige
Eu acho que