Orienta-te Redes Sociais

Reuters

Metereologia

Miguel Potes venceu o Prémio Jovem Cientista 2015 com trabalho sobre o Alqueva

Segundo a Sociedade Europeia de Meteorologia, este trabalho permite melhorar as medições da qualidade e da turbidez da água

Texto de Lusa • 25/06/2015 - 19:08

Distribuir

Imprimir

//

A A

A Universidade de Évora (UÉ) anunciou esta quinta-feira que o investigador Miguel Potes, da academia alentejana, foi distinguido pela Sociedade Europeia de Meteorologia com o Prémio Jovem Cientista 2015, por um trabalho científico sobre o Alqueva.

 

O prémio deve-se ao artigo científico "Satellite remote sensing of water turbidity in Alqueva reservoir and implications on lake modelling", publicado na revista Hidrology and Earth System Science. O artigo foi escrito por Miguel Potes, do Instituto de Ciências da Terra da UÉ, em colaboração com os também investigadores e professores da academia alentejana Rui Salgado e Maria João Costa.

 

Segundo a Sociedade Europeia de Meteorologia, este trabalho permite, não só melhorar as medições da qualidade e da turbidez da água, mas também da modelação do impacto das interações lago/atmosfera à escala regional.

 

O investigador, em declarações à agência Lusa, resumiu que, neste trabalho, recorreu a satélites para "conseguir estimar a qualidade da água e a turbidez do Alqueva e as respectivas implicações na modelação de lago". Trata-se de uma investigação que, frisou, "tem várias vantagens, a primeira" delas porque "permite ter uma análise diária da albufeira toda".

 

"Desta forma, recorrendo aos satélites, temos uma análise mais global e diária do Alqueva, em vez de nos restringirmos a um ou dois pontos de amostragem", explicou, realçando: "E os parâmetros que obtemos, depois, servem para melhorar a dita modelação de lago".

 

Em reacção ao prémio, o investigador, que estuda a influência atmosférica decorrente da existência da barragem do Alqueva, disse ter sido "uma surpresa". "É uma distinção que valoriza o trabalho que tenho vindo a desenvolver sobre o grande lago de Alqueva, sob orientação dos professores Maria João Costa e Rui Salgado e com o apoio da Empresa de Desenvolvimento e Infraestruturas do Alqueva (EDIA)", congratulou-se. A distinção vai ser entregue em Sofia, na Bulgária, em setembro, numa cerimónia em que Miguel Potes vai proferir a palestra "How lakes influence the local atmospheric circulation".

Eu acho que

Pub

P3 now speaks English. See our galleries

Ensino

Projecto internacional Sachi2, coordenado em Portugal pelo Porto4Ageing, da Universidade do Porto, está a testar o impacto de projectos de educação...

Maria vive para os Animais de Rua

Perfil // Advogada, activista e presidente de uma associação de protecção de animais,...