Ambiente

Adeus, plástico: Festas de Lisboa vão ter copos reutilizáveis

Este ano, as Festas de Lisboa, que começam a 1 de Junho, vão ter copos reutilizáveis, anunciou o município

Texto de P3/Lusa • 25/05/2018 - 16:56

Distribuir

Imprimir

//

A A

As Festas de Lisboa, que arrancam a 1 de Junho e duram todo o mês, vão contar este ano com copos reutilizáveis e incentivos à reciclagem dos copos tradicionais, medida que pretende tornar as festividades mais amigas do ambiente.

 

"Não teremos mais esses copos de plástico nos grandes eventos, uma medida importante para a vida da nossa cidade", anunciou o presidente da Câmara Municipal de Lisboa durante a apresentação das festividades, que decorreu no Mercado de Arroios. Segundo Fernando Medina (PS), este foi "um dos requisitos que se colocou", que "nos eventos de grande dimensão os copos [utilizados] sejam copos reutilizáveis e não copos de plástico".

 

"Não será possível ainda em toda a cidade, porque os arraiais são imensos e espalham-se por toda a cidade, mas em todas as organizações de concertos em espaços organizados, será esse o método utilizado", explicou aos jornalistas no final da apresentação.

 

Para o líder do executivo municipal da capital, este "será um grande sinal do ponto de vista da marca ecológica, que estas festas também querem representar". Em declarações à agência Lusa, o director de comunicação e relações institucionais da Sociedade Central de Cervejas, patrocinadora das festas nos próximos três anos, explicou que "não se reduzem só os copos, reduzem-se todos os materiais utilizados".

 

Nuno Pinto de Magalhães precisou que "os copos reutilizáveis serão adoptados conforme o espaço e o evento", sendo que os modelos a adoptar "ainda estão a ser ajustados para poderem ser implementados" em cada situação. "Obviamente que em eventos fechados será mais fácil fazer a gestão, em eventos abertos é mais difícil", apontou o responsável.

 

Paralelamente, estão a ser desenvolvidas campanhas de sensibilização em conjunto com as juntas de freguesia da zona histórica da cidade, para que "nos momentos em que não possam ser utilizados copos reutilizáveis, haja uma recolha de copos através de movimentos associativos, com um incentivo" e prémios associados. O objectivo é ter "pessoas que recolham copos tradicionais e que consigam, pelo menos, minimizar o impacto no chão, e [que os copos] tenham depois o destino correcto em termos de reciclagem", afirmou. A organização pretende então, "este ano, ganhar experiência e aprendizagem" para, nos próximos três anos, implementar apenas copos reutilizáveis, precisou o director.

Voltar ao topo

|

Corrige
Eu acho que