Na Indonésia, o azul esconde o cinza

autoria Ana Rita Carvalho

// data 15/06/2017 - 13:25

// 3464 leituras

Foi “entre o ambiente natural e a cultura das gentes” na Indonésia, que a produtora Wow Filmes, em conjunto com o rider Luís Pigmeu Figueiredo, decidiu “desfrutar de uma regra que pouco deve ser pensada, mas interiorizada”. O vídeo Just the Blue nasceu em Abril, através de uma Sony a6300 e uma Yi Action Camera, e serve como “testemunha do grave problema ambiental”, causado pelo turismo e pela comunidade de surf, na Indonésia. “Era uma viagem de surf, tínhamos o objectivo de descobrir o país (...) mas, no meio de um cenário de sonho, vimos lixeiras um pouco por todo o lado”, explica Manuel Martins, da Wow Filmes, ao P3. “O turismo de surfistas, o consumo de águas engarrafadas e de produtos plastificados” são alguns dos factores que contribuem para a “extrema” poluição na Indonésia. “Temos de ter consciência ecológica”, alerta Manuel, acrescentado que “eles [os indonésios] não têm forma de dar vazão a todo o lixo que produzem, não têm forma de reciclar, não têm ETAR e, por isso, a única forma de eliminar o lixo é queimá-lo”. O problema é que “raramente é mostrado esse lado": "Gostámos de fechar os olhos à realidade”. O azul da Indonésia contrasta com o cinza do fumo e das lixeiras ao ar livre e é essa oposição que Just The Blue, que será exibido num festival em San Diego (Califórnia) este Verão, pretende transmitir.

Eu acho que