Orienta-te Redes Sociais
Semelhante à madeira, esta substância pode substituir muitos outros materiais me

Semelhante à madeira, esta substância pode substituir muitos outros materiais menos amigos do ambiente DR

A fórmula de transformação das fibras de celulose e água em Zeoform é patenteada

A fórmula de transformação das fibras de celulose e água em Zeoform é patenteada DR

Sustentabilidade

Este material biodegradável quer acabar com o desperdício

O Zeoform é feito de fibras de celulose e água, “verdadeiramente sustentável” e biodegradável. Projecto tem uma campanha de crowdfunding no Indie GoGo

Texto de Ana Maria Henriques • 28/10/2013 - 19:08

Distribuir

Imprimir

//

A A

“Imagina um novo material com a beleza da madeira, a força da fibra de vidro e a versatilidade do plástico. Um material verdadeiramente sustentável, totalmente natural e completamente não tóxico.” Assim começa por ser descrito o Zeoform, um material ecológico que, dizem os seus criadores, pode substituir vários outros menos amigos do ambiente.

 

O Zeoform é uma ideia australiana e é formado exclusivamente por fibras de celulose e água. A fórmula é patenteada e resulta num material que não precisa de cola e que pode ser moldado, comprimido, pintado ou areado, na densidade escolhida.

 

Com aspecto de madeira, esta substância pode ser utilizada numa lista abrangente de produtos: móveis, instrumentos musicais, joalharia, peças industriais, acabamentos e até óculos.

 

É cem por cento biodegradável e pode, ao substituir outros materiais, eliminar o desperdício de recursos limitado no processo de produção. Para que isto deixe de ser uma possibilidade e possa ser concretizado, a Zeo, empresa que desenvolveu o conceito, lançou uma campanha de crowdfunding na plataforma internacional IndieGoGo.

 

O objectivo é conseguir financiamento para a criação de um Centro de Excelência, cujas instalações funcionariam como “incubadora de recursos e conhecimento” e, também, como “showroom” deste material. Na página da campanha, o impacto que esta ideia pode ter no planeta é descrito como “A Revolução Zeoform”. “[esta revolução] É sobre mudar a forma como fazemos, utilizamos e descartamos as coisas do nosso dia-a-dia.”

 

“Zeoform é uma tecnologia inovadora que vai gerar uma nova indústria global — tal e qual aconteceu com o plástico nos anos do pós-guerra”, diz o CEO da empresa, Alf Wheeler. “A realização colectiva desta visão ajudará, indubitavelmente, a transformar o planeta Terra num ambiente mais equilibrado e sustentável para todos.”

Eu acho que
Videoclipe.pt

Audio

Laura quer que as pessoas entrem no atelier dos artistas "com um clique"

Neurociências

Joana Barroso

Investigadora da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto destacou-se com um projecto sobre o papel que o cérebro desempenha na dor crónica e venceu a...

Arquitectura: estas são as melhores...

Fotografia // Os finalistas dos Arcaid Images Architectural Photography Awards 2017 foram...